quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O Bom e Velho Papai Noel


Acho que um grande número de pessoas, quando crianças, ouviu algum parente falar sobre o Papai Noel. Minha mãe me incentivava a escrever cartas para o bom velhinho falando como tinha sido meu ano e o que eu queria de presente. Claro que não durou muito e é uma pena não ter guardado nenhuma dessas cartinhas de lembrança. Logo a gente descobre que primeiro temos que ganhar os pais e depois os presentes, hehe.


Nessa época, vemos sempre essa discussão sobre contar ou não contar sobre a existência do Papai Noel aos filhos. Particularmente eu acho um estímulo interessante e criativo, pois mais cedo ou mais tarde, a criança vai descobrir que aquele bom velhinho gordo que distribui presentes durante a noite não existe e que é apenas uma tradição estampada nas garrafas de refrigerante.

Na minha época (que não faz tanto tempo assim =P) o Natal era exatamente como hoje, mas sem essa disseminação de Papais Noéis a torta e a direita. Antes nós aguardávamos a chegada do velhinho no shopping, e era apenas lá que podíamos encontrar um Papai Noel. Fora que naquela época eles davam mais vida ao personagem (e davam também chocolates ao invés de balas como hoje XP rsrsrs). Hoje em dia qualquer Zé-mané vive na pele do Papai Noel. E eles se reproduziram feito formigas não é?! Você sai de uma loja que havia um Papai Noel e dá de cara com outro na rua. Não há criança que não desconfie de tamanha agilidade, rsrsrs


Penso que em algumas décadas atrás esse símbolo era levado mais a sério, e hoje já virou palhaçada. O comércio investe de forma tão desacerbada nessa figura que o Papai Noel já perdeu aquele real sentido.

Mas você conhece a História do Papai Noel?

Diz a lenda, que um senhor chamado Nicolau morava numa região próxima à Turquia. Ele era um homem bom que foi reconhecido por sua generosidade e compaixão. Ele procurava ajudar a todos, sobretudo aos pobres. Na época de Natal, Nicolau arrecadava doações, comidas, brinquedos para distribuir entre os mais necessitados. Filho de família rica, doou seus bens para os pobres e desamparados. Tecia um grande amor pelas crianças e foi através delas que sua lenda se popularizou e que Nicolau acabou canonizado no coração de todas as pessoas.

              
A imagem do Papai Noel já passou por diversas mudanças durante a história, sendo caracterizado como um elfo, depois como um gnomo, até que em 1931 a The Coca-Cola Company, contrata um artista e transforma Papai Noel numa figura totalmente humana e universalizada. Sua imagem foi definitivamente adotada como o principal símbolo do Natal.

A imagem do Noel continuou evoluindo com o passar dos anos e muitos países contribuíram para sua aparência atual. O trenó e as renas acredita-se que sejam originárias da Escandinávia. Outros países de clima frio adicionaram as peles e modificaram sua vestimenta e atribuíram seu endereço como sendo o Pólo Norte. A imagem da chaminé por onde o Papai Noel escorrega para deixar os presentes vieram da Holanda.

E mesmo após tanto tempo, com quase 2.000 anos, o Papai Noel continua espiritualmente mais vivo do que nunca!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Me ajudem a melhorar sempre! COMENTEM! ;D